quinta-feira, 4 de junho de 2009

No limite

Não sei se estou falando bobagem, não tenho diploma de medicina tampouco de preparação física.

Mas pelo que acompanho dos treinamentos e jogos do Corinthians nos campeonatos paulista, brasileiro e da Copa do Brasil, os jogadores chegaram ao limite.

Vanderlei Luxemburgo costuma falar: a preparação de uma equipe é pensada até uma data limite, o chamado ápice da preparação, que seria idealmente em uma final de campeonato.

Acontece que no Brasil não existem janelas entre as competições. Acaba o paulista, já começa o brasileiro, e a Copa do Brasil está na reta final.

Provavelmente os jogadores do Corinthians estavam no ápice nos jogos contra o Santos. Agora a queda é natural, e não é culpa de ninguém, a não ser de quem faz este calendário burro.

Jorge Henrique, Ronaldo, Cristian, Alessandro, Dentinho, Douglas são jogadores que estão nitidamente no sacrifício. Não podemos critica-los.

E depois da final contra o Inter, no dia 1º de Julho, o certo seria retirar o time para uma inter-temporada de descanso e recuperação.

Ou os danos podem ser maiores que o esperado.

Um comentário:

Marcio Blaze disse...

Bello! também não sou médico... mas concordo com você! a preparação foi forte, o desgaste é natural! e a falta de tempo entre o término de uma competição e início da outra, contribui para esse desgaste! só não concordo quanto a Ronaldo! poxa, ele mesmo disse q os intervalos entre as partidas era para melhorar seu rendimento... ele foi péssimo na partida diante do vasco!!

Twitter Updates

    follow me on Twitter